BLOG UNIGRANRIO

Saiba mais sobre a UNIGRANRIO. Descubra porque investimos no futuro e inovamos tanto em ofertas de cursos, quanto em infraestrutura que apoia sua formação.

Todos os Posts

O que faz um engenheiro de produção?

Um segmento destacou-se nos últimos anos pela alta procura no vestibular e pelas boas perspectivas de empregabilidade: a Engenharia de Produção. Apesar de ter ficado conhecido entre os estudantes, poucos sabem de fato o que é Engenharia de Produção e o que o engenheiro de produção faz.

Esse é o seu caso? Chegou a hora de tirar todas as dúvidas sobre essa área de trabalho!engenharia de produção-1

Primeiro, o que é Engenharia de Produção?

A Engenharia de Produção é uma grande área do conhecimento que abarca disciplinas voltadas para a melhoria de um sistema produtivo. Todas as atividades que envolvem o projeto de um produto, sua viabilização, o planejamento da produção e a distribuição de insumos fazem parte do que é a Engenharia de Produção.

A Engenharia de Produção vai além dos aspectos técnicos. Ela combina conhecimentos científicos, tecnológicos e humanos para obter os melhores resultados em determinada produção. Ela lida, portanto, com bens e serviços integrados, o que envolve desde os recursos humanos até a informação e tecnologia.

O que faz um engenheiro de produção?

O engenheiro de produção possui uma formação científica e tecnológica que o permite atuar nas seguintes áreas:

Engenharia de Produto

Nessa área, o engenheiro de produção faz pesquisas sobre a viabilidade e desenvolve um determinado produto para o mercado. Geralmente ele trabalha projetos que lançam algo novo aos consumidores. Por isso, deve ter visão de negócios e entender o problema que está buscando solucionar.

Planejamento e controle da produção

O objetivo é trazer excelência para a atividade que determinada empresa desenvolve. O engenheiro de produção controla o processo de fabricação de produtos e o uso dos recursos necessários para isso. No dia a dia, o profissional lida com sistemas de compra e estoque, com a programação de máquinas e até no gerenciamento de equipes.

Custos da Produção

Calcular e reduzir o custo produtivo é parte do que faz um engenheiro de produção. A ideia não é entregar um produto de má qualidade, mas um que atenda a todas as necessidades para as quais foi projetado, racionalizando os recursos necessários para isso.

Ergonomia e segurança no trabalho

A preocupação com a ergonomia e a segurança no trabalho é justificada pelo impacto que a qualidade de vida do trabalhador tem na produção. O engenheiro que lida com esses temas trabalha para que as atividades humanas sejam desenvolvidas com bem-estar, segurança e conforto.   

Logística e distribuição

A preocupação com a produção não acaba quando a mercadoria é embalada. É preciso garantir que ela chegue ao consumidor final mantendo todas as suas características.

O engenheiro de produção preocupa-se com isso, além de garantir que, durante o processo, não haja perda de insumos nem outros prejuízos.

Todas essas atividades fazem parte do que faz um engenheiro de produção. Elas podem ser desenvolvidas em indústrias metalúrgicas, químicas, de construção civil, alimentícias, em instituição de pesquisa, dentre muitas outras.

E o melhor, sabe quanto ganha um engenheiro de produção nessas áreas? O piso estabelecido pelo CONFEA é de R$ 5.724,00 para 6h diárias de trabalho!

Saiba ainda mais sobre a área de Engenharia de Produção baixando o e-book do curso!

Leia mais: Engenharia de Produção envolve duas áreas: Engenharia e Administração

Nova call to action

Posts Relacionados

Tem dúvida sobre como preencher o seu Imposto de Renda?

Os alunos do curso de Ciências Contábeis irão prestar atendimento gratuito à comunidade para o preenchimento do IRPF. A ação irá ocorrer aos sábados, entre os dias 14/03 e 25/04, das 9h às 13h, nos campi Duque de Caxias, São João de Meriti, Lapa, Carioca e Nova Iguaçu.

Profissional de Educação Física, o que você tem feito para reter clientes?

O mercado do profissional de Educação Física é um dos mais amplos que existe, afinal, atuamos com o ser humano desde antes de seu nascimento – no rebote dos benefícios produzidos no atendimento à gestante, com exercícios que irão prepará-la para o parto e facilitar a sua recuperação –, até a idade mais avançada, contribuindo para a autonomia, o combate de doenças crônico-degenerativas e a manutenção dos níveis de qualidade de vida.

O novo Coronavírus: O Biomédico em situações de emergência em saúde pública

O Coronavírus é um grupo de vírus comum entre os animais e, ocasionalmente, pode ser transmitido a seres humanos, por isso, é considerado zoonótico. A maioria das infecções em humanos é causada por sorotipos de baixa patogenicidade (229E, NL63, OC43 e HKU1), levando ao desenvolvimento de sintomas semelhantes ao resfriado, podendo causar infecções graves em idosos e crianças. Outros dois tipos virais, altamente patogênicos, já tiveram destaques epidemiológicos, o SARS-CoV (causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave) e MERS-CoV (causador da Síndrome Respiratória do Oriente Médio).