BLOG UNIGRANRIO

Saiba mais sobre a UNIGRANRIO. Descubra porque investimos no futuro e inovamos tanto em ofertas de cursos, quanto em infraestrutura que apoia sua formação.

Todos os Posts

Designer de Interiores: uma profissão que cresce ano a ano

Você sonha em se tornar um profissional de uma área que ganha cada vez mais espaço no mercado? Se sua resposta foi "sim", o curso de Tecnologia em Design de Interiores pode ser a opção ideal!

No Brasil, a profissão ainda é considerada recente e está em alta. Estima-se que cerca de 15 mil designers atuem aproveitando o aquecimento do mercado imobiliário e o consequente aumento da demanda por trabalhos que unam qualidade de vida, beleza  e funcionalidade do ambiente.

Interessado? Confira o post e saiba mais sobre a área para decidir se prestar vestibular em Design de Interiores é a escolha certa para seu futuro profissional!

design de interiores

O que faz o designer de interiores

A origem do design de interiores está na Arquitetura, quando os profissionais formados nessa área ocupavam-se com o estudo de conforto térmico e acústico; da insolação; da ação dos ventos e da chuva; da acessibilidade; e dos melhores materiais para propor um espaço interno.

Com o passar do tempo e a especialização da área, foi necessário criar um curso específico para quem se dedicava à essas atividades, nascendo, assim, a graduação em Design de Interiores.

É papel do designer de interiores garantir a funcionalidade das peças utilizadas no projeto de interiores, assim como o conforto luminoso, acústico e a acessibilidade do ambiente. Além disso, é cada vez mais comum que o profissional seja requisitado para colaborar na projeção de ambientes mais sustentáveis, seguindo uma demanda crescente da sociedade.

O mercado para a profissão

Como é de se imaginar, o mercado para o profissional de Design de Interiores acompanha o crescimento do mercado imobiliário. Oportunidades de trabalho também são criadas em razão da decisão dos clientes em reformar, modificar um ambiente,  seja residencial comercial ou institucional.

A boa notícia é que são cada vez mais conhecidos os benefícios de aliar estética a fatores técnicos que contribuam para o aumento da qualidade de vida e  harmonia do ambiente favorecendo sua adequação.

Esse todo abre espaço para quem se forma no curso de  Tecnologia em Design de Interiores buscar diferentes especializações e aumentar as chances de se destacar no mercado.

Algumas das oportunidades mais comuns ao profissional da área surgem junto a construtoras, escritórios de arquitetura e design, escritórios de projetos de interiores, lojas de decoração, floriculturas que executam jardins, marcenarias, fábricas de luminárias, escritórios de projetos de showrooms e feiras, vitrines ou como consultor autônomo.

O salário médio para o designer de interiores em empresas é de R$2.859 e o profissional autônomo pode ganhar cerca de R$6.438 ao mês. Esses valores variam de acordo fatores como região e tempo de atuação.

O que buscar em uma graduação em Design de Interiores

Se você chegou até aqui interessado em prestar vestibular para Design de Interiores, vai gostar de saber que é possível encontrar uma graduação que tem qualidade e curta duração, preparando você mais rápido para o mercado de trabalho.

É o que oferece um curso de Tecnologia em Design de Interiores, como o da Unigranrio. A principal vantagem desse formato de graduação está na oportunidade de se formar em menos tempo para inserir-se no mercado de trabalho aproveitando o momento de expansão da profissão e o surgimento de novas e boas possibilidades de atuação.

Gostou? Então aproveite para saber mais sobre o curso de Tecnologia em Design de Interiores da Unigranrio!

INSCREVA-SE!

Leia também: 16 critérios essenciais para escolher a melhor faculdade para você

Posts Relacionados

Tem dúvida sobre como preencher o seu Imposto de Renda?

Os alunos do curso de Ciências Contábeis irão prestar atendimento gratuito à comunidade para o preenchimento do IRPF. A ação irá ocorrer aos sábados, entre os dias 14/03 e 25/04, das 9h às 13h, nos campi Duque de Caxias, São João de Meriti, Lapa, Carioca e Nova Iguaçu.

Profissional de Educação Física, o que você tem feito para reter clientes?

O mercado do profissional de Educação Física é um dos mais amplos que existe, afinal, atuamos com o ser humano desde antes de seu nascimento – no rebote dos benefícios produzidos no atendimento à gestante, com exercícios que irão prepará-la para o parto e facilitar a sua recuperação –, até a idade mais avançada, contribuindo para a autonomia, o combate de doenças crônico-degenerativas e a manutenção dos níveis de qualidade de vida.

O novo Coronavírus: O Biomédico em situações de emergência em saúde pública

O Coronavírus é um grupo de vírus comum entre os animais e, ocasionalmente, pode ser transmitido a seres humanos, por isso, é considerado zoonótico. A maioria das infecções em humanos é causada por sorotipos de baixa patogenicidade (229E, NL63, OC43 e HKU1), levando ao desenvolvimento de sintomas semelhantes ao resfriado, podendo causar infecções graves em idosos e crianças. Outros dois tipos virais, altamente patogênicos, já tiveram destaques epidemiológicos, o SARS-CoV (causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave) e MERS-CoV (causador da Síndrome Respiratória do Oriente Médio).